Blog

Blog

5 dicas para fazer Marketing Jovem

segunda-feira, 30 de 05, 2016
Tags: como fazer, dicas, estratégia, Experiência, Jovem, juventude, marketing jovem, ousadia, publicidade, tendências, tendências em comunicação, youth marketing

O Marketing Jovem, Youth Marketing em inglês, como já falamos AQUI, é uma estratégia que visa, principalmente através de estudos comportamentais, entender e oferecer a melhor comunicação possível para o público jovem. Hoje, esse nicho não se trata mais apenas de faixa etária, mas de pulsões e momentos de vida. Quer aprender a falar melhor com o esse grupo, mas não sabe como? A gente separou algumas dicas pra você! 😀

1. Conheça e entenda muito essa galera

Como se trata de especialização em um público (e de um comportamento), é super importante que você conheça a fundo as características dele. É uma tendência de consumo atual as pessoas se vincularem com as marcas que mostrem real interesse em conhecê-las. Saiba que mesmo dentro de um grupo, existem diferentes hábitos, comportamentos e gostos. Faça uma pesquisa antes de oferecer um produto ou serviço, principalmente porque a juventude está em constante mudança. Temos a internet a nosso favor para conseguir vários dados, mas lembre-se que esse não é o único modo. Caso haja necessidade, crie formulários ou consulte grupos de pesquisa, por exemplo. Outra saída interessante é ter jovens na sua equipe para ajudar num direcionamento.

2. Acompanhe tendências

Fique sempre ligado no que está acontecendo a sua volta. Seja na boca do povo, na internet ou nas mídias tradicionais, saiba aproveitar momentos para sua marca. Aproveite as oportunidades para inserir sua marca no tempo certo (leia mais sobre right time aqui). Uma das principais características do jovem hoje em dia é estar o tempo todo conectado e recebendo informações. 

Fizemos um post no blog para mostrar algumas tendências globais de consumo. Leia aqui.

3. Saiba que jovem não é bagunça

Ser jovem não necessariamente significa ser da zueira. Muitas vezes, a comunicação terá um tom descontraído ou humor, mas tudo depende do posicionamento da empresa, do ambiente e do público do projeto. É importante entender as referências desse pessoal antes de utilizar alguma piada ou meme, por exemplo e saber qual é a melhor ocasião para o uso desses recursos.

A Juventude hoje, principalmente por causa da conectividade, se tornou mais complexa, já que ultrapassa a idade. Existe uma rápida mudança de comportamento o tempo todo, o que complexifica conceitos como os de geração. Procure conhecer esses jovens a fundo para que sua estratégia seja a mais certeira o possível.

4. Não massifique sua comunicação

Cada vez mais os jovens tendem a querer marcas mais humanas (já falamos disso aqui no blog), que não tratam os consumidores como uma massa amorfa. É preciso entender os demográficos de uma forma mais ampla e complexa – não só olhar a idade, mas comportamentos de cada tribo. Por isso, surge a necessidade de uma comunicação pensada exclusivamente para o seu público, feita sob medida para cada canal que você escolheu como certo.

5. Ouse

Os consumidores esperam sentir alguma coisa diferente, eles querem experiências diferentes (já falamos disso também aqui), para que possam validar ou construir sua identidade com as marcas. Portanto, ser conservador de tudo não é a estratégia ideal. Marcas que possuem posicionamentos fortes (desde que aliados a sua estratégia) tendem a se dar melhor com os públicos, conseguindo empatia e tornando os consumidores potenciais evangelizadores da marca. Ou seja, ouse e pense em coisas criativas, diferentes, que realmente surpreendam!

Gostou das nossas dicas mas ainda não sabe como adotar o Marketing Jovem? Venha bater um papo com a gente aqui na No Clima 😉

Contato

Em que podemos ajudar?

Cancelar