Blog

Blog

5 técnicas de SEO que você precisa conhecer e aplicar já!

quinta-feira, 23 de 06, 2016
Tags: aumentar, internet, Mídia, palavras-chave, search engine optimization, SEO, tráfego

Se você trabalha com marketing digital, já deve ter ouvido falar em técnicas de SEO. Search Engine Optimization refere-se às práticas relacionadas ao site para buscar uma posição vantajosa nos resultados de busca dos mecanismos de pesquisa – por exemplo:  Yahoo, Bing, Google (com foco para esse último)..  

Muitas pessoas têm medo só de ouvir falar em otimização, pensando que é preciso entender tudo de programação para ter sucesso na estratégia. Se você é uma delas, saiba que existem muitas técnicas de SEO que não exigem conhecimento profundo em HTML. Listamos 5  dicas para você usar agora mesmo! Vamos conferir?

1. Utilize a palavra-chave no título, subtítulos e texto

Não estamos aqui dizendo para lotar seu texto de palavras-chave. Cuidado: essa prática não é recomendada! Escolha uma palavra-chave que represente o assunto principal da página ou do post e a utilize no título e pelo menos uma vez nos subtítulos e ao longo do texto. Se estiverem dentro do contexto do post, palavras relacionadas ao negócio também podem aparecer. Assim, você facilita que o Google entenda sobre o que se trata a sua página, para ranqueá-la nos resultados de busca.

2. Hierarquize os subtítulos com as heading tags

Se você utilizou a palavra-chave corretamente no subtítulo, conforme dissemos acima, como será que o Google vai adivinhar que aquilo é um subtítulo? Para isso existem as heading tags, que são marcações inseridas no código HTML para identificar os títulos e subtítulos, demostrando a hierarquia entre eles. O título do post leva a tag <h1>, os subtítulos são identificados pela tag <h2> e assim por diante. Geralmente, as tags podem ser inseridas facilmente no editor do site.

3. Use URLs amigáveis

Pense simples! As URLs do site devem ser óbvias, ou seja, mostrar exatamente o que o usuário encontrará na página. Por isso, esqueça de vez aquelas URLs com códigos “estranhos” como este: www.seusite.com/produto.php?id=132&cat=4. O que há nessa página? Não dá para saber. Agora olhe esta: www.seusite.com/corrida/tenis-de-corrida. Dessa forma, você sabe o nome do produto e a sua categoria – e o Google também.

4. Nomeie as imagens de maneira inteligente

O Google (ainda) não sabe ler imagens. Então, como fazer para ele entender o que mostram as fotos que você inseriu no post? Simples: nomeie-as com o que está contido nelas. Assim, o site aparece na busca por imagens e conquista mais tráfego. Atente-se para dois itens:

  • Nome do arquivo (tag “src”): Não use aqueles códigos automáticos, como DSC0101.jpg. Prefira, por exemplo, casal-feliz-se-beijando.jpg. Importante: nomeie o arquivo antes de inserir no editor.
  • Texto alternativo (tag “alt”): Representa a frase que o Google mostrará ao usuário caso a imagem não carregue na página. Também deve ser descritiva: “Casal feliz se beijando”.

5. Verifique se seu site é mobile friendly

Se ainda não fez isso, faça agora mesmo! Acesse pelos mais diversos dispositivos mobile e verifique se está tudo ok. O Google valoriza muito os sites responsivos! Você pode até testar a compatibilidade com dispositivos móveis com uma ferramenta do próprio Google, que também oferece dicas valiosas para o desenvolvimento de sites mobile friendly.

Pronto, já pode começar a aplicar as técnicas de SEO nas suas páginas! Mas, lembre-se sempre: mais importante que o mecanismo de buscas é o usuário. O mindset para o desenvolvimento e conteúdo do site não é a máquina, é a pessoa. O Google é esperto! Ele sabe interpretar se você oferece uma boa experiência ao usuário ou se está apenas tentando agradar o seu algoritmo.

Curtiu esse post? Deixe o seu comentário abaixo, contando como você irá utilizar as técnicas de SEO em seu site!

Contato

Em que podemos ajudar?

Cancelar