Blog

Blog

Análise de dados: comunicação, números, tabelas e gráficos

quarta-feira, 25 de 01, 2017
Tags: análise, análise de dados, comunicação, dados, Marketing

Para as pessoas que trabalham com comunicação, pensar em números, equações e tabelas costuma lembrar todas as razões que as fizeram optar por uma carreira bem longe das ciências exatas, certo!?

análisededados

Caso você se identifique com a situação, vim tentar te convencer a reconsiderar esse pavor inicial e embarcar nesse mundo do marketing com análise de dados!

Atualmente, possuímos muitas fontes de dados para o marketing, seja um estudo do público, do comportamento digital, uma pesquisa de opinião, um grupo focal, a situação do mercado ou até mesmo um histórico de vendas. O importante é entender e escolher o que é relevante para a análise. Todo número conta uma “história”, que deve ser interpretada e completamente entendida antes de iniciar qualquer análise ou cruzamento de dados.

Depois de feita essa “mineração”, compreendendo exatamente o que cada número realmente significa, chega o momento da tal análise. A principal ideia por trás da análise de dados é seguir uma “metodologia científica”, usando a lógica para comprovar uma determinada linha de raciocínio. Essa metodologia nos ajuda a evitar erros simplistas e conclusões precipitadas que poderiam gerar ações equivocadas. Muitas vezes, a análise de dados nos leva a uma conclusão indigesta que destrói paradigmas colocados como verdades absolutas, mas nos ajuda a tomar as decisões necessárias para solucionar um problema.

Essa inércia de encontrar respostas prontas pode ser facilmente percebida na nossa visão sobre temas do cotidiano. Por exemplo, pense em questões como o aumento da obesidade, as mudanças climáticas ou a crise carcerária no Brasil. Agora pergunte a si mesmo como foi que você chegou à sua visão atual do problema. Muito provavelmente, sua opinião foi influenciada pelos dados que você possui acesso, mas isso não quer dizer que essa é a melhor interpretação do problema. O primeiro passo para uma análise de dados é assumir uma postura de que inicialmente você não tem uma solução, abrindo a cabeça para qualquer saída, por mais improvável que seja.

“Uma vez eliminado o impossível, o que restar, não importa o quão improvável, deve ser a verdade.” – Sherlock Holmes J

análisededadosmarketing

Um exemplo claro disso: ao pensar na decadência do sistema de educação, a primeira solução invariavelmente passa por capacitação dos professores (e faz sentido, né!?).

Mas uma análise de dados recente mostra que a capacitação dos profissionais tem menos influência no desempenho dos alunos do que outros fatores, como por exemplo, o quanto as crianças aprenderam com os pais, como são as atividades em casa ou se a família incentivou o gosto pela educação. Portanto uma primeira análise, atacando somente parte do problema, poderia gerar uma série de ações no sistema educacional que surtiriam efeito menor do que um acompanhamento com os pais nesse caso.

Giphy Originals GIF - Find & Share on GIPHY

            O futuro do marketing está na análise inteligente e eficiente de dados, pois estamos num crescimento exponencial da produção de informação. Os profissionais e as empresas que melhor se prepararem para criar estratégias de comunicação baseadas em dados estarão sempre um passo à frente do restante do mercado.

Fernando Drummond – Head de Projetos

Contato

Em que podemos ajudar?

Cancelar