Blog

Blog

Para cada ação, uma reação – O que as “reações” do Facebook trazem de novo pra sua Fanpage?

terça-feira, 1 de 03, 2016
Tags:

No fim do mês de fevereiro, mais especificamente no dia 24, na internet não se falava em outra coisa que não fossem as novas “reações” disponibilizadas pelo Facebook.

O serviço de rede social fez um tipo de extensão do botão “Curtir” que permite ao usuário interagir com os conteúdos postados através de mais cinco opções de sentimentos:

Já está sabendo da novidade mas ainda não entendeu muito bem as mudanças que ela vai trazer?

Calma que a gente te explica!

O que são as reações e por que vieram?

Faz tempo que os heavy users das redes sociais reivindicam uma nova forma de relacionar-se com as postagens do Facebook. Mas se formos parar pra pensar é realmente bem esquisito curtir a publicação de um amigo contando sobre o furto do celular dele num show, né? Por esse e outros motivos, cada vez mais víamos pedidos por um botão contrário ao que já tínhamos disponível, o “Descurtir”.

Em meio a rumores sobre a criação desse recurso, o CEO da empresa, Mark Zuckerberg, declarou em setembro de 2015, sem contar detalhes, estar trabalhando no problema, já que as pessoas precisavam expressar sua empatia/ou não aos conteúdos. Pouco tempo depois veio a notícia: o Facebook estava testando os botões com mais cinco alternativas ao “Curtir”.

Mas por que tantas opções? Zuckerberg pensa que apenas o “Descurtir” influenciaria um comportamento negativo dentro da rede, coisa que não casaria nem um pouco com o posicionamento da marca. As reações por sua vez, permitem as pessoas expressarem sua visão do conteúdo de maneira mais leve e divertida.

Mas afinal, o que muda para os anunciantes?

Segundo o site do próprio Facebook, haverá para quem utiliza os serviços de ads, informações mais específicas sobre as Reações nos anúncios. Eles poderão analisar mais detalhes sobre elas, mas apenas nos instrumentos de métricas disponíveis no campo de informações da página. Outro ponto importante de ressaltarmos é que as reações serão tratadas da mesma maneira que as curtidas para a veiculação dos anúncios. Por exemplo, o botão de “Amei” pesa da mesma forma que o “Curtir” no leilão.

E para as Fanpages?

Os novos botões para as fanpages, surgem como uma ótima forma de avaliar o tipo de conteúdo oferecido para os fãs, entendendo melhor a temática de post que eles mais e menos gostam.

Outro recurso interessante é o de ver as Reações nas publicações de outras páginas que não sejam a sua. Permitindo assim utilizar a ferramenta como instrumento para pesquisa de concorrência.

Foto1

Na parte de análise, o engajamento das reações tem o mesmo peso que o “Curtir” e você só consegue ver o número de cada uma separadamente ao clicar em cada post na aba de Publicações.

Foto2

É bom lembrar também que as reações só funcionam para publicação. O esquema de curtir as páginas (pelo próprio Facebook ou Like button em outros sites) e comentários continua o mesmo, com apenas a opção “curtir”.

Foto3

 

Por fim, como podemos aproveitá-las?

Primeiramente o que devemos pensar é que as Reações ainda são um recurso novo. Assim, por enquanto a “curtida” ainda é o botão que prevalece. Mas quanto mais passar o tempo, mais respostas em forma de reações diferentes teremos e poderemos saber avaliar muita coisa. Além disso, o Facebook tem o plano de usar o recurso para organizar as informações no feed de notícias. E por enquanto, o que a gente faz?

  1.  Nesse primeiro momento é interessante produzir conteúdo que convide o público a esboçarem reações diferentes, já que coisas novas atraem as pessoas;
  2. Ao reconhecer erros da marca na fanpage, a reação “Grr” pode ser uma saída para contornar comentários negativos;
  3. As reações são perfeitas para avaliar a resposta específica para cada tipo de conteúdo e aproveitar pra selecioná-los por prioridade na página;
  4. Encorajar respostas emocionais específicas de fãs pode ser uma ótima maneira para as empresas estudarem seu público.

Então, afim de saber mais sobre Social Media para impulsionar seu negócio? Faça uma consultoria com a gente! Veja o desdobramento de um dos nossos trabalhos nessa área clicando aqui.

 

Contato

Em que podemos ajudar?

Cancelar